E daí?

E daí?

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

MAIS MÉDICOS - SEM FRONTEIRAS?

Quantos médicos o Brasil teria atraído gastando que que paga pelos médicos estrangeiros n Brasil dentro do Programa Mais Médicos se fizesse um acordo com o Médicos Sem Fronteiras?
Qual seria a melhor opção?

 


O Médicos Sem Fronteiras poderia ser um grande parceiro do Brasil aqui?

MÉDICOS SEM FRONTEIRAS - VOCÊ A APOIA?

http://www.msf.org.br/

Publicado em 27/03/2014
http://www.msf.org.br/

Resumo das principais atividades da organização médico humanitária internacional Médicos Sem Fronteiras ao redor do mundo em março de 2014:

RCA - Cuidados de saúde em meio à violência
Chade e Camarões - O êxodo centro-africano
Tuberculose - Esperança para pacientes com resistência a medicamentos
Mulheres deslocadas - um duplo desafio
Afeganistão - Entre a retórica e a realidade



Os Médicos Sem Fronteiras demonstram de forma inequívoca que merecem nosso respeito e apoio.

Seu clube de serviços, loja maçônica, ONG, VOCÊ  faz doações a essa entidade?

ELA ESTÁ CONTRIBUINDO PARA SALVAR A HUMANIDADE.

quinta-feira, 7 de agosto de 2014

O mercado maldito da energia elétrica - um modelo institucional sórdido

http://ilumina.org.br/no-brasil-o-obvio-esta-rouco-artigo-do-ilumina-no-valor/


http://ilumina.org.br/bandeiras-tarifarias-voce-assume-parte-do-risco/


http://ilumina.org.br/eletricas-enfrentam-cenario-adverso-no-2o-trimestre-valor/


Energia elétrica é um "produto"  essencial.

Serviços essenciais devem ser submetidos a regras de especulação?
Por quê os agentes não falam em racionalização do uso da energia elétrica?
É justo o consumidor pagar pelos erros de outros, principalmente se não tiver opções?
De que jeito as empresas de distribuição investirão em qualidade e confiabilidade se sempre estarão sujeitas a caprichos de "mercado"?
Somos otários?